Muitos tutores de cães e gatos ficam em dúvida na hora de tirar férias: levá-lo na viagem junto ou deixá-lo em um hotel? As duas opções precisam de cuidados prévios que são importantes para o bem-estar do bichinho e para reduzir a ansiedade e o estresse de frequentar ambientes diferentes e, no caso dos hotéis para pet, ficar longe dos donos por alguns dias.

Vai viajar? Veja os cuidados para levar seu pet ou deixá-lo no hotel

Muitos tutores de cães e gatos ficam em dúvida na hora de tirar férias: levá-lo na viagem junto ou deixá-lo em um hotel?

As duas opções precisam de cuidados prévios que são importantes para o bem-estar do bichinho e para reduzir a ansiedade e o estresse de frequentar ambientes diferentes e, no caso dos hotéis para pet, ficar longe dos donos por alguns dias.

Se você pensa em viajar com seu animal de estimação, neste artigo trazemos dicas sobre como preparar a sua viagem. Já se você considera deixá-lo em algum lugar, mostramos o que você deve fazer para que a hospedagem seja tranquila. Acompanhe!

Cuidados para levar o pet na viagem

Destino

O primeiro ponto que deve ser considerado ao cogitar levar o seu pet para a sua viagem é o destino. O local é realmente adequado para animais?

Quem vai viajar para a praia, por exemplo, pode levar seu cachorro sem problemas – desde que o local permita animais, é claro. No entanto, para passeios mais turísticos, que envolvam muita caminhadas, visitas a museus e outras atrações, levar o pet junto pode frustrar muitos planos.

Outro aspecto que deve ser ponderado é a hospedagem: o hotel ou o imóvel são pet friendly? Qual o custo para levar o seu pet? Quais estruturas são oferecidas?

Preparativos

Se você pensou a respeito dessas questões e decidiu levar seu animal de estimação na sua viagem, é importante lembrar de tudo o que ele vai precisar, como:

  • Alimentação: é preciso levar potes, ração e pensar como você vai alimentá-lo no seu destino.
  • Cuidados: nem todos os destinos da viagem permitem a entrada de animais. É possível deixá-lo sozinho? Há alguém que possa cuidar dele?
  • Gastos: em viagens de ônibus e avião, é cobrada uma taxa extra pelos bichinhos. Como vimos, os hotéis também podem cobrar a mais por isso.

Acessórios

Além dos itens acima, seja de carro, ônibus ou avião, alguns acessórios são essenciais para transportar seu pet com segurança até o local de destino. O primeiro e mais importante deles é a caixa ou bolsa de transporte. Ela é obrigatória em todos os meios de transporte, inclusive em carros particulares.

Para viagens mais longas, além de planejar paradas, é importante levar tapetes higiênicos para evitar problemas. A hidratação também é importante; nesse caso, garrafas portáteis tornam a tarefa mais prática.

Por fim, guias e/ou peitorais são imprescindíveis para manter seu pet seguro e sempre perto de você. Lembre-se de que ele vai estar em um lugar novo, que não está acostumado. Isso poderá gerar comportamentos inesperados.

Leia mais: Principais exigências das companhias aéreas nacionais para viajar com o pet

Vantagens de deixar o pet no hotel e cuidados necessários

Se você prefere não levar seu amiguinho na sua viagem, deixá-lo em um hotel para pets é uma boa opção. Nesses locais, o animal fica sob os cuidados de profissionais, com uma rotina regrada de atividades e alimentação, inclusive seguindo as orientações de cada tutor.

Os hotéis também são um importante espaço de socialização, uma vez que, com os devidos cuidados, os pets convivem e podem brincar com outros animais da mesma espécie.

Além disso, geralmente, os hotéis oferecem feedbacks constantes e o tutor pode entrar em contato sempre que quiser, o que traz mais tranquilidade durante a viagem. Para deixar o pet no hotel, alguns cuidados são necessários:

Acostume-o com o local

Alguns dias antes da viagem, é muito importante levar o seu animal de estimação até o hotel para que ele possa reconhecer o espaço e adaptar-se à movimentação, aos cheiros, aos cuidadores e à presença de outros amiguinhos.

Essa medida é fundamental para reduzir o estresse do animal e fazê-lo “esquecer” os tutores mais rapidamente durante sua ausência.

Oriente a equipe sobre a alimentação do seu pet

Trocas abruptas de ração podem fazer com que o animal rejeite a alimentação e fique sem comer. Por isso, é interessante se informar com o hotel e, se for o caso, disponibilizar a ração com que o bichinho está acostumado para evitar problemas do tipo.

Leve brinquedos e outros acessórios dele

Cachorros e gatos gostam de ter suas próprias coisas por perto, com seu próprio cheiro e de seus tutores também. Para ajudar na adaptação do pet no hotelzinho, uma dica é levar os brinquedos, a caminha ou as cobertinhas que ele costuma usar.

Por esse mesmo motivo, se seu bichinho for muito ansioso, deixar uma peça de roupas com o seu cheiro pode ajudar a deixá-lo mais tranquilo.

Visite um veterinário

Antes de deixar o seu animal de estimação no hotel, vá ao veterinário; inclusive essa é uma exigência de muitos lugares. Marque com antecedência e faça uma avaliação de rotina, garantindo que ele esteja com todas as vacinas em dia, assim como medicações como vermífugos.

Leia mais: Checklist de Viagem com o Pet de Avião e Carro: confira!

Esperamos que este post tenha ajudado você a entender os principais cuidados para levar seu pet na viagem ou deixá-lo no hotel. E se precisar de qualquer coisa para seu animalzinho de estimação, conte com a Bichinho Virtual!

Saiba Mais
👉 Cachorro e gato juntos: truques para melhorar a convivência

👉 Por que não dar comida humana para seu pet

Compartilhar:

Deixe uma resposta